Valor arrecadado, recorde para o projeto, foi doado pelos clientes nas 26 lojas da rede em Santa Catarina

Em tempos de pandemia, crise e preocupações, receber notícias positivas nunca foi tão necessário. A cada semestre a rede Fort Atacadista faz o fechamento das arrecadações provenientes do Troco Solidário, projeto que convida os clientes a fazerem doações espontâneas, de qualquer valor, a partir de R? 0,01, ao finalizarem suas compras nos caixas das lojas. Toda doação é bem-vinda e, no final, os montantes arrecadados fazem a diferença na manutenção e melhoria de dezenas de instituições filantrópicas de Santa Catarina. A cada semestre, uma nova instituição é escolhida para receber o valor arrecadado em cada uma das cidades em que o Fort está presente – somente em SC são 26 lojas. A última quantia arrecadada é um recorde para o projeto: R$ 462.777,42. Este foi o valor integral fruto das doações dos clientes Fort Atacadista nas unidades espalhadas por cidades como Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu, Lages, Chapecó, Joinville, Blumenau e Porto Belo.

A maior quantia arrecadada foi na loja Fort Atacadista de Porto Belo: R? 60.086,99. O valor já foi destinado para o Lar Santa Maria da Paz, um asilo que atende idosos carentes em Tijucas. “É sempre uma grande alegria para nós do Fort Atacadista estimular nossas equipes a convidarem os clientes a doar, pois sabemos que qualquer valor faz a diferença no dia a dia dessas instituições. E vermos cidades com valores tão expressivos só reforça a certeza de que os catarinenses têm um forte espírito solidário”, destaca Daniela Heuchling, coordenadora de Gente e Gestão do Fort Atacadista – regional Norte. Diferente dos anos anteriores, não serão realizadas as cerimônias de entrega dos cheques, em função do momento de isolamento social.

Em algumas cidades além dos valores doados pelos clientes também houve arrecadação através da venda de sacolas plásticas, como em Jaraguá do Sul, Chapecó e Blumenau.

Confira a lista completa das entidades beneficiadas com as últimas arrecadações:

– Mitra Metropolitana de Florianópolis (com doações dos clientes Fort em São José): R$ 41.679,26

– Casa de Acolhida Filhos Prediletos (Florianópolis): R$ 34.226,63

– Hospital Nossa Senhora das Graças HJAF (Joinville): R$ 57.083,65

– CAPP Centro Assoc. de Atividades Psicofísicas Patrick (Chapecó): R$ 34.328,99

– Ação Social Paroquial de Palhoça: R$ 24.782,84

– Associação dos Portadores de Deficiência Física Itajaí e Região: R$ 20.290,47

– Associação de Amparo a Doentes Mentais (Blumenau): R$ 13.386,95

– Rede Feminina de Combate ao Câncer Jaraguá do Sul: R$ 22.340,58

– Associação de Pais e Amigos do Autista – AMA Litoral SC (com doações dos clientes Fort Balneário Camboriú): R$ 2.262,98

– Instituto Catarinense Anjos do Peito (Brusque): R$ 25.856,44

– Conferência São José da Soc. De São Vicente Paulo (com doações dos clientes Fort Içara): R$ 15.136,40

– Lar Santa Maria da Paz (com doações dos clientes Fort Porto Belo): R$ 60.086,99

– Rede Feminina de Combate ao Câncer (Tubarão): R$ 42.080,86

– Associação São Lourenço (Cordeiros, Itajaí): R$ 15.708,21

– Bairro da Juventude (Criciúma): R$ 17.353,99

– Casa de Apoio Colibri (Lages): R$ 10.538,14

– Nurrevi – Núcleo de Recuperação e Reabilitação de Vidas (Biguaçu): R$ 16.145,67

– AAPEC – Associação de Assistência aos Portadores de Câncer de Barra Velha (Barra Velha) R$ 9.488,37